The Week

Conselho Europeu escolhe Juncker para suceder a Barroso

Sex, 27/06/2014 - 16:43

Jean-Claude Juncker, ex-primeiro ministro do Luxemburgo e candidato de Angela Merkel, foi indigitado pelo Conselho Europeu para substituir Durão Barroso como presidente da Comissão Europeia, uma decisão que abriu mais um ponto de fricção entre Bruxelas e Londres.

“Decisão tomada”, anunciou o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, na sua conta de Twitter.  Os chefes de Estado e de governo dos 28 tomaram a decisão por grande maioria, com os votos contra do Reino Unido e da Hungria.

Escolheram “uma má pessoa”, declarou o primeiro ministro britânico, David Cameron, a propósito da decisão. “Disse aos dirigentes europeus que poderão lamentar essa escolha para o resto das suas vidas”, escreveu o chefe do governo de Londres igualmente na sua conta de Twitter.

A escolha de Juncker, ex-presidente do Eurogrupo e considerado um “federalista” é a continuação da linha de rumo de direita, neoliberal e de austeridade que tem prevalecido nas instituições europeias. O candidato do Conselho necessitará agora de 376 votos dos 751 deputados do Parlamento Europeu para ser empossado no cargo.

O grupo político a que pertence, o do Partido Popular Europeu (PPE), tem 229 membros, pelo que Juncker necessitará de apoios de membros de outros grupos.

 

 

 

Redes Sociais
Opinião