Notíciário

A história do lobo mau (TTIP) - Alda Sousa 2014/03/20

As entidades europeias continuam a fazer de conta que o pretendido (pela Comissão) tratado de livre comércio com os Estados Unidos (TTIP) não terá influência no que há de bom na legislação europeia mas isso não é mais do que uma “história para criancinhas fazendo crer que o lobo mau não vem esta noite”, denunciou a eurodeputada Alda Sousa.

Destroyer norte-americano Truxtun ao largo de Varna, na Bulgária

Os Estados Unidos realizam manobras militares em conjunto com navios búlgaros e romenos no Mar Negro, a poucas centenas de quilómetros da Península da Crimeia, enquanto os dirigentes da União Europeia se juntaram mais uma vez para debater sanções contra a Rússia e alguns dirigentes russos e ucranianos afectos ao anterior governo eleito.

O regime islamita e autoritário de Erdogan na Turquia agrediu e prendeu 14 membros do Partido da Liberdade e Solidariedade (ODP) e três do Partido Comunista Turco na sequência de um assalto violento a um local de reunião em Edirne.

#NoHateEP2014 - Marisa Matias 2014/03/19

A crise e a legislação que tem vindo a ser aprovada neste mandato parlamentar “reforçaram o agravamento da discriminação” na União Europeia, denunciou a eurodeputada Marisa Matias durante uma conferência de imprensa realizada quarta-feira em Bruxelas.

Do treino ministrado pela NATO na Estónia a "libertadores" da Praça Maidan

A NATO considera que a anexação da Crimeia à Rússia é "ilegal" e que este país "continua a descer um caminho perigoso", ameaçou o secretário geral da organização, Anders Fogh Rasmussen.

O presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, assinou terça-feira um decreto estabelecendo a reunificação da Península da Crimeia à Rússia, com um “estatuto autónomo especial” para a zona histórica e portuária de Sebastopol. 

Cerca de 300 pessoas  entraram terça-feira no território africano sob administração espanhola de Melilha numa acção concertada para conseguirem obter residência na Europa. Algumas sofreram ferimentos ao tentarem passar o muro estabelecido como fronteira pelas autoridades espanholas e marroquinas.

Martin Schulz, eurodeputado alemão que preside ao Parlamento Europeu e se candidata a substituir Durão Barroso na presidência da Comissão Europeia, “lamentou” a realização da consulta popular na Crimeia, que considera “ilegítima” e “ilegal”.

Páginas

Opinião