Notíciário

O Parlamentou Europeu aprovou na terça-feira legislação estabelecendo o direito de qualquer cidadão residindo na União Europeia poder abrir uma conta bancária básica para pagamentos, independentemente da nacionalidade ou local de residência.

Os Estados Unidos preparam-se para instalar o comando das forças militares de intervenção e agressão no continente africano no território português dos Açores, na ilha Terceira.

A União Bancária e o super banco - Marisa Matias 2014/04/15

A tarefa de “por a finança em ordem não só está por concluir, como ainda nem sequer começou”, seis anos após a explosão da crise e depois de investido 26% do PIB europeu “para salvar a banca”, afirmou a eurodeputada Marisa Matias durante o debate sobre a união bancária realizado no plenário do Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

Gaza: E se demolíssemos o bloqueio? - Alda Sousa 2014/04/14

Em 8 de Abril Israel destruiu projectos de ajuda humanitária construídos com fundos da União Europeia; antes disso, tinha impedido uma delegação oficial do Parlamento Europeu de entrar em Gaza. E, no entanto, as instituições europeias nada dizem e fazem. Uma denúncia deixada por Alda Sousa em sessão parlamentar plenária em Estrasburgo.

April 10: A conference on alternatives to debt and austerity

A discussão das dívidas soberanas tem de deixar de ser um tabu e a política tem de deixar de estar à mercê dos interesses dos mercados financeiros foram conclusões de uma reunião internacional promovida quinta-feira em Bruxelas pelo Partido da Esquerda Europeia (PEE).

Vídeo: Parte I; Parte II

Alternativas à dívida e à austeridade - Marisa Matias 2014/04/10

A eurodeputada Marisa Matias considera que o acordo sobre o fundo de resolução bancária estabelecido entre a direita e os socialistas europeus obriga os contribuintes a pagar as falências dos bancos pelo menos “por mais uma década”.

Os trabalhadores gregos aderiram em massa à greve geral realizada quinta-feira contra as novas medidas de austeridade impostas pelo governo e de repúdio pela visita da chanceler alemã, uma das principais responsáveis pela tragédia social que avassala o país.

As autoridades italianas anunciaram que nos últimos dois dias cerca de quatro mil refugiados africanos foram resgatados no Mediterrâneo e acolhidos “temporariamente” em Itália. Numa das embarcações foi recolhido um cadáver.

Páginas

Opinião