The Week

GUE/NGL: “Voz mais forte para os pobres e excluídos”

Wed, 11/06/2014 - 12:57
Renato Soeiro

Gabi Zimmer, presidente do GUE/NGL no Parlamento Europeu, saudou o crescimento do grupo em quase 50%, um reforço que considera importante para dar “voz forte aos pobres, excluídos, desempregados, jovens, movimentos cívicos e trabalhadores”.

O Grupo da Esquerda Unitária/Esquerda Verde Nórdica (GUE/NGL) tinha 35 eurodeputados no Parlamento Europeu e terá 52 a partir de 1 de Julho, dia do arranque da nova legislatura. “Estamos felizes por poder dar as boas vindas aos novos membros do Podemos (Espanha), de A Outra Europa com Tsipras (Itália), dos partidos dos direitos dos animais da Alemanha e Holanda, do Bildu (Os Povos Decidem, Espanha) e a Luke ‘Ming’ Flanagan, independente irlandês”, declarou Gabi Zimmer.

A eurodeputada alemã afirmou ainda que “com este grupo inclusivo e alargado procuraremos alternativas reais ao nível europeu em todas as áreas políticas, especialmente as questões urgentes do fim da austeridade, da luta contra a pobreza e o desemprego, do combate às negociações do tratado de comércio livre com os Estados Unidos (TTIP) e do caminho para uma economia sustentável”. Gabi Zimmer recordou que “milhões de cidadãos confiram em nós e não iremos desapontá-los”.

Social networks
Opinião