Dossiers
Dossier: Lembrar Fukushima
Dossier: Lamas Vermelhas

Ineficácia, resposta tardia, abandono das pessoas atingidas - eis o diagnóstico sumário da atitude das instituições europeias e do governo húngaro perante a catástrofe da lama tóxica feito por Marisa Matias. O que fizeram melhor, disse, "foi a gestão do silêncio". A eurodeputada do Bloco de Esquerda integrada no GUE/NGL deixou perguntas concisas e directas no plenário de Estrasburgo, uma delas o desejo de conhecer as razões pelas quais uma empresa que violou leis europeias e é responsável por uma tragédia humana desta amplitude foi autorizada a continuar a laborar.