Culture on the Map

We are here cooperative

We are here Cooperative é a apresentação de um processo... 

Na primeira metade de 2013 um grupo de refugiados ocupou uma igreja em Amesterdão em busca de visibilidade, e de dignidade. Chegaram até aqui por várias vias, alguns por Lampedusa. Uns chegados há pouco, outros que andam pela Europa há 20 anos ilegais, saltando de cidade em cidade, de sítio em sítio. A história deste grupo começa, porém, em 2012 quando montam acampamento no terreno vazio na extrema da cidade. 

Desde esse dia em que, com ajuda de um colectivo de squatters, ocuparam a igreja várias coisas de passaram, e, no entretando, mudaram já de sítio por várias vezes. Das luzes da ribalta, das aberturas de telejornal, passaram agora, outra vez, para uma situação de mais ou menos invisibilidade. 

O video que se segue é a apresentação de um projecto de arte, e de política, entre este grupo de refugiados e um centro de pesquisa de arte situado em Utrecht, o BAK (basis voor actuele kunst). Reclamando uma longa tradição da arte que se junta à política gritando que uma e outra não são, afinal, coisas autónomas. 

A apresentação foi feita em Amesterdão no centro cultural DeBalie. 

We are here Cooperative é a apresentação de um processo... 

http://vimeo.com/81229861 

outros artigos: 

http://failedarchitecture.com/architecture-on-the-move-refugee-dwellings...

http://failedarchitecture.com/the-invisible-architecture-of-illegalised-...